fbpx
Em colaboração com
Implementado por
Libélula

Reeleição de Macron na França impulsiona políticas climáticas

Em abril, o Radar Climático analisou mais de 1.900 notícias sobre mudanças climáticas. A reeleição do presidente Emmanuel Macron na França foi uma das notícias mais comentadas na imprensa. La Tribuna destacou, entre as promessas de Macron, o renascimento da energia nuclear e a busca pela neutralidade de carbono até 2050. Já La Nación indicou que a União Europeia recebeu com alívio a vitória de Macron nas eleições presidenciais francesas. António Costa, primeiro-ministro português, explicou que é fundamental contar com a França para a defesa do multilateralismo, da segurança e da luta contra as mudanças climáticas, e assim construir uma Europa humanista, justa, verde e próspera.

Outros eventos relatados pelos meios de comunicação latinos estiveram relacionados aos desastres ocorridos na África do Sul e nas Filipinas. Página Siete informou que mais de 400 pessoas morreram devido às inundações na província de KwaZulu-Natal, no leste da África do Sul. O presidente do país, Cyril Ramaphosa, vinculou a situação às mudanças climáticas. Nas Filipinas também houve deslizamentos de terra e inundações que deixaram mais de 150 mortos, de acordo com Milenio. As Filipinas são consideradas um dos países mais vulneráveis aos impactos da crise climática, enfrentando cerca de 20 tempestades por ano.

Ler mais Ler menos

Indicadores do radar

164,917 notícias analisadas em Abril 2022

0.7% das notícias relacionadas às mudanças climáticas 1.2% fazem menção ao tema 0.5% o priorizam

Qual mídia noticiou mais sobre as mudanças climáticas em Novembro 2021?

385 notícias

365 notícias

195 notícias

168 notícias

O ranking representa a quantidade total de notícias sobre mudanças climáticas publicadas em cada meio de comunicação

Qual mídia noticiou mais sobre as mudanças climáticas em Dezembro 2021?

O ranking representa a quantidade total de notícias sobre mudanças climáticas publicadas em cada meio de comunicação

Qual mídia noticiou mais sobre as mudanças climáticas em Janeiro 2022?

144 notícias

137 notícias

107 notícias

80 notícias

O ranking representa a quantidade total de notícias sobre mudanças climáticas publicadas em cada meio de comunicação

Qual mídia noticiou mais sobre as mudanças climáticas em Fevereiro 2022?

122 notícias

113 notícias

46 notícias

39 notícias

O ranking representa a quantidade total de notícias sobre mudanças climáticas publicadas em cada meio de comunicação

Qual mídia noticiou mais sobre as mudanças climáticas em MARÇO 2022?

158 notícias

137 notícias

90 notícias

72 notícias

O ranking representa a quantidade total de notícias sobre mudanças climáticas publicadas em cada meio de comunicação

Qual mídia noticiou mais sobre as mudanças climáticas em Abril 2022?

187 notícias

116 notícias

93 notícias

90 notícias

O ranking representa a quantidade total de notícias sobre mudanças climáticas publicadas em cada meio de comunicação

Em breve

Notícias desta edição

Radar Climático em 1 minuto

Conheça as principais notícias relacionadas às mudanças climáticas que foram destaque no mês de abril. Assista aqui ao vídeo.

 

Desmatamento na Amazônia brasileira registra recorde trimestral

Montevideo Portal informou que o desmatamento na Amazônia brasileira no mês de março teve uma redução de 15% em relação ao mesmo mês de 2021, porém o número trimestral indica que o Brasil, que abriga 60% da floresta amazônica, pode quebrar um novo recorde de desmatamento em 2022. Os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam que janeiro, fevereiro e março  tiveram juntos 941,3 km² de perda florestal, o que representa uma alta de 64% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

 

Cinco ameaças ao nosso planeta

El Tiempo divulgou as cinco ameaças ao planeta pontuadas pela ONG Greenpeace para dar visibilidade ao Dia da Terra, comemorado no dia 22 de abril. Segundo a organização, os principais problemas são: 1. Desmatamento, incêndios florestais e produção agrícola; 2. Combustíveis fósseis; 3. Consumo irresponsável; 4. Utilização de plásticos;  e 5. Transporte e mobilidade.

 

Iniciativa promove carro solar para quatro passageiros no Chile

El Mostrador informou que, após mais de três anos de trabalho, foi lançado o desafio Eolian Áuriga Enel X by Scotia, uma jornada inédita na qual o primeiro protótipo de carro solar para quatro passageiros da América Latina percorrerá mais de 2.300 quilômetros pelo Chile para conectar as regiões de Antofagasta e Los Lagos. Esta iniciativa busca promover a inovação e desenvolver novas tecnologias que contribuam para a massificação da eletromobilidade no Chile, para avançar em direção a uma economia de baixas emissões.

Novo relatório da ONU pede fim da era do carvão

O sexto relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês) foi amplamente divulgado pela imprensa. O documento afirma que, para limitar o aquecimento global a 1,5°C, o mundo deve reduzir as emissões anuais de CO2 em 48% até 2030 e zerá-las até 2050, enquanto as emissões de metano devem cair em um terço até 2030 e pela metade até 2050, conforme publicado em Infobae.

Twitter proíbe anúncios que desafiam a ciência climática

O Twitter anunciou que não permitirá anúncios que neguem a realidade das mudanças climáticas e o fato foi repercutido por diversos veículos de comunicação. El Deber explicou que Casey Junod, executivo de sustentabilidade global da empresa, argumentou que o negacionismo climático não deve ser monetizado no Twitter e que a publicidade desonesta não deve prejudicar discussões importantes sobre a crise climática.

Lançamento da Plataforma para iniciativas públicas de Economia Circular na América Latina e no Caribe

EKLA KAS, em colaboração com o Centro Latino-Americano de Relações com a Europa (CELARE), a Universidade Central e o Centro de Inovação e Economia Circular (CIEC), criou uma plataforma que reúne informações sobre iniciativas públicas relacionadas à economia circular na América Latina. Data de lançamento: 24 de maio.

Saiba mais detalhes aqui.

MOMENTO EKLA

Os desastres socioambientais mais comuns na América Latina são as inundações, os deslizamentos de terra, as secas e os incêndios florestais. Descubra como é possível minimizar os seus impactos e como a transição energética, orientada para as energias renováveis, pode ajudar a combater o aquecimento global, principal causa do aumento dos desastres no planeta. Assista ao Momento EKLA aqui.

 

Receba mensalmente os informes de Radar Climático
no seu e-mail